Bem Vindos !

Bem Vindos tôdos(as) os que Amam a Lusitânia , tôdos(as) os que Amam Portugal e o Sêu significado profundo no que respeita ao Futuro da nossa querida Mãe Terra e da Sua Criação , incluindo a Humanidade .
Estejam á Vontade nesta humilde casa , aonde podem Descansar junto á Lareira do Coração , enquanto ouvem uma Música e lêem as Palavras reconfortantes de um Livro ... mas não esperem adormecimento , nem alienação , nem inconsciência , nem nada que nos afaste da Realidade ...
Esperem , talvez , o inesperado , e Tudo o que nos possa (re)conduzir de volta á Fonte ... encontrarão aqui Coisas de muitas proveniências .
Tôdas elas , sejam , Palavras , sejam Música , sejam Imagens , falarão de Dêus , o nosso querido Pai e Mãe , Filho e Espírito Santo ... opto por nomear segundo a Tradição Ocidental , que é a minha , em Especial , nêste Rectângulo ancestral que é Portugal , nêste Balcão que Mira o Atlântico profundo , aonde , Algures , no seu Fundo , a Atlântida aguarda Regressar ao Consciente da Humanidade ... não meçam o que aqui vêem/ouvem/sentem , por conceitos limitadôres , porque a Lusitânia da nossa Alma , não tem medida , a nossa querida Mãe do Céu e da Terra , não SE Limita .
Não nos limitêmos nós (cada um de nós) também ... Tudo é permitido , tôdas as palavras , opiniões , sentimentos , maneiras de vêr , serão permitidas , excepto aquelas que nos conduzam de volta á inconsciência .
Palavras de maledicência , de hipocrisia , de cinismo , de maldade , de intolerância , de fanatismo , de mentira , serão erradicadas deste local de Paz .
Tôdas as formas de expressão , religiosas/espirituais/filosóficas serão bem-vindas dêsde que venham do coração , movidas pêla Honestidade e pela Humildade do verdadeiro aprendiz .
Da Lusitânia , de Portugal , falarei/ falarêmos se assim o quiserem , da sua História , da sua Espiritualidade , dos seus Poetas/Profetas ,das Profecias , da sua imensa e íntima relação com o estabelecimento nesta Terra , das Novas Terras e dos Novos Céus prometidas pêlo Criadôr .

Pesquisar neste blogue

11/11/2017

Portugal Está Sôb Ataque Cerrado do(s) Inimigo(s) de Cristo!


 Há perto de 400 anos que os Sionistas, os Inimigos de Cristo, querem (e tudo têm feito para...) Destruir A Terra de Santa Maria, mas nêstes Dias Finais, mais do que nunca, a sua Raiva e Ódio a Portugal, tornou-se uma "questão de princípio"...



Até agora, pela Graça e Protecção de Cristo e de Santa Maria, não o conseguiram.
Mas não desistem, e hoje, com tôda a tecnologia e podêr Maligno de que dispõem, querem secar e queimar Portugal...já que nada mais conseguem.Daí a sua Raiva e a sua Fúria .

Portugal Precisa, Precisamos de Ajoelhar perante O Altíssimo e com Humildade pedir-LHE que Intervenha, finalmente, em Portugal, conforme Jesus, O Senhôr Santo Cristo,  nos Prometeu.


Rezar Por Portugal
Oração à Virgem Santíssima, Rainha, Mãe e Padroeira de Portugal
(Oração da Irmã Lúcia, vidente de Fátima)
Ó Maria Concebida sem pecado, olhai para Portugal, rogai por Portugal, salvai Portugal. Quanto
mais culpado Portugal é, mais necessidade têmos da Vossa intercessão. Uma palavra dita por Vós
a Jesus e Portugal será salvo. Ó Jesus, obediente a Maria, Perdoai-nos, Salvai Portugal.
Avé Maria,
Ó Cheia de Graça, o Senhôr é Convôsco,
Bendita sois Vós entre tôdas as mulheres
e Bendito é o Fruto do Vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Dêus
e Mãe nossa,
Rogai por nós, pecadôres,
agora, e na hora da nossa morte.
Amém
Mãe de Misericórdia que Sois alento dos fracos e saúde dos enfêrmos, curai Portugal de todos os
males de que sofre, perdoai-nos, Salvai Portugal.
Avé Maria,
Ó Cheia de Graça, o Senhôr é Convôsco,
Bendita sois Vós entre tôdas as mulheres
e Bendito é o Fruto do Vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Dêus
e Mãe nossa,
Rogai por nós, pecadôres,
agora, e na hora da nossa morte.
Amém


Rainha dos Portuguêses e Refúgio dos pecadôres, Ouvi as nossas preces, Perdoai-nos, Salvai

Portugal.


Avé Maria,
Ó Cheia de Graça, o Senhôr é Convôsco,
Bendita sois Vós entre tôdas as mulheres
e Bendito é o Fruto do Vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Dêus
e Mãe nossa,
Rogai por nós, pecadôres,
agora, e na hora da nossa morte.
Amém



Salvé, Rainha, Mãe de Misericórdia,
Vida, Doçura, e Esperança nossa, Salvé.
A Vós bradamos, os degredados filhos de Adão e Eva,
a Vós suspiramos, gemendo e chorando,
nêste vale de lágrimas.
Eia, pois,Ó Advogada nossa,
Volvei para nós êsses vossos misericordiosos olhos,
E depois deste destêrro,
Mostrai-nos a Jesus,
Ó Clemente, ó Piedosa, ó Sempre Dôce Virgem Maria.
Amém





Nossa Senhôra do Rosário de Fátima, Rogai por nós e pela nossa Pátria, Perdoai-nos e Atendei-
nos.


* * *

Ícone Russo, Sabaot-Sul da Rússia entre 1850/80


Majestade Divina, Senhôr da Vida e da Morte,
dos que Vos amam e dos que Vos perseguem!

Pela intercessão da Santíssima Virgem de Fátima,
Rainha da Paz e nossa Mãe,
Pedimo-Vos.Não Deixeis que a nossa Pátria, esta Pátria
onde Maria ergueu o Seu trôno, venha a sêr dominada
e destruída por obra dos Vossos inimigos.

Enviai os Vossos Santos Anjos
a todos os locais da nossa Terra de Santa Maria,
e Permiti que êles possam desenvolvêr as suas potências
em tôdos os seus recantos, para que o inimigo
 não venha a triunfar na nossa Pátria.

Querêmos, e efectivamente formamos, um exército de almas
que rezam para que Vós, Dêus Uno e Trino,
 Estendais a Vossa Mão poderosa sôbre êste pôvo,
que é de Maria, a Vossa Mãe.

Permiti,PAI Santíssimo, que as nuvens tempestuosas
que pairam sôbre a Humanidade e tendem a espalhar-se
e a submergir a nossa Pátria, sejam afastadas.
Só Vós Podeis Salvar-nos!

Pela Vossa Graça e a especial Protecção da nossa Padroeira Maria Imaculada
e a do Anjo Custódio de Portugal, São Miguel Arcanjo,
Libertai Portugal do jugo cruel do Vosso inimigo.
Permiti, Querido PAI Celestial, que a nossa Terra de Santa Maria
nunca seja aniquilada pelo inimigo.

Dêus Santíssimo,
 Dêus Bondosíssimo,
Deus Tôdo-Poderoso,
Dêus Infinito,
em união com tôdos os Santos Anjos
e São Miguel Arcanjo,
pedimo-Vos o Auxílio e a Benção
para a nossa Pátria Lusa.

Assim Vo-lo pedimos por Nosso Senhôr Jesus Cristo, O Vosso Filho.
Amém



Dêus , o nosso Amado PAI Celestial

* * *

Sagrado Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria, inteiramente confiados A Vós,
oferecêmo-Vos em Oblação o Pôvo e a Nação de Portugal, para que sôbre nós Reineis
plênamente.




Oferecêmo-nos em reparação de tôdas as ofensas, Blasfémias e Insultos que contra Vós, O
Santíssimo, fôram cometidas em Portugal.

Recorrêmos com absoluta Confiança, aos Corações de Jesus e de Maria, aos Quais pedimos a
Graça da humildade e da contricção assim como o perdão para tôdos os que nesta nação, não Vos
Crêem, não Vos Adoram, não Vos Esperam e não Vos amam.


Do desprêzo pela Vossa Santa Lei e Vontade, livrai-nos Senhôr.
Da perca da consciência do Bem e do Mal,livrai-nos Senhôr.
Dos pecados contra a vida humana desde os seus primeiros até aos seus últimos momentos,livrai-
nos Senhôr.
Dos pecados contra a santidade da família e do matrimónio, livrai-nos Senhôr.
Da perversão das crianças e dos jovens,livrai-nos Senhôr.
Do intento de apagar nos corações a Fé e a Verdade que Sois Vós, meu Dêus,livrai-nos Senhôr.
Da mentira e do pecado contra o Espírito Santo,livrai-nos Senhôr.
Dêste sistêma inumano e maligno, libertai-nos Senhôr.
De nos esquecêrmos dos pobres,dos aflitos, dos inocentes, dos indefêsos,livrai-nos Senhôr.
Do adormecimento dos que Vos Amam e Adoram, livrai-nos Senhôr.


Acolhei, Sagrado Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria, a Consagração que agora Vos
fazemos, em nôme de tôdos os Baptizados no Espírito Santo e no de tôdos as pessôas de Bôa
Vontade da Pátria Lusa.

O Baptismo de Jesus
Jeff Haynie.

Que o Vosso Infinito Podêr de Redenção e a Fôrça do Vosso Amôr Misericordioso,detenham o Mal!
Que Transformem as consciências e as acordem.

Que SE Revele mais uma vez na História de Portugal, a Vossa LUZ e A Vossa Vontade!
Disso, Em Vós, têmos a Plêna Certêza.
Que Assim Se Faça
Amém



31/10/2017

1 de Novembro, Dia de Tôdos-os-Santos e D' O Pão-Por-Dêus


A Tradição de Portugal



Cada vez mais se celebra o Dia de Tôdos-os-Santos 

 no Dia de Finados ou Dia dos Fieis Defuntos .

A igreja Católica de Portugal aceita esta vontade do Pôvo Luso .


(Frontispício da Igreja de Sta Isabel em Lisbôa)


O Espírito Isabelino do Pôvo de Portugal

Êste espírito manifesta-se também , na natural liberdade  do Pôvo Luso .
De tal modo é assim , que , ao longo dos séculos o Pôvo foi fazendo ``adaptações´´ do catolicismo muito Português , á sua vontade de manifestar a Alma de Portugal .
Esta é uma dessas ``adaptações´´ do espírito Luso que está intímamente ligado ao Espírito Santo .

 « ..O padre José Manuel Almeida prefere acrescentar uma justificação mais espiritual :

``A voz do Pôvo é a Voz de Dêus e se calhar muitos dos nossos defuntos podem sêr também celebrados no dia de Tôdos-os-Santos´´ , explica. O religiôso vai mais longe e acredita que , como ``Dêus Escreve Direito por Linhas Tortas ´´ , esta combinação popular dos dois dias pode-nos  fazêr pensar e assim ,  fazêr-se Luz :  ``Se calhar não são datas assim tão diferentes.´´
Uma coisa parece certa, os portugueses dão mais significado ao Dia-de-Finados que à celebração de Tôdos-os-Santos. Talvez porque  esta é uma data em que ``particularmente se recordam os amigos e familiares que se encontram a caminho da comunhão com Dêus´´, refere o priôr da paróquia de Santa Isabel. A proximidade das pessôas aos sêus defuntos aumenta o significado desta data, em relação à celebração de santos que são desconhecidos. ...  »   




O DIA DE TODOS-OS-SANTOS





Amanhã é Dia de Todos-os-Santos e celebram-se todos os que morreram em estado de graça e não foram canonizados.


Embora o Dia-de-Finados seja no dia 2 de Novembro, é no dia 1 (Feriado) que normalmente as pessoas se deslocam aos cemitérios, para prestar homenagem aos seus familiares já falecidos.



Em algumas aldeias do país, há ainda (entre outras) a tradição de as crianças irem de porta em porta , com um saco na mão, pedir o Pão-por-Dêus.


 Normalmente recebem bôlos, frutos sêcos, pão , …


Esta sim, é uma tradição nossa que se está a perdêr, enquanto vamos importando as tradições de outros países. 



No entanto, o número de Aldeias/Povoações de Portugal que têm recuperado esta tão Bela Tradição Portuguêsa, tem aumentado lenta, mas cada vez mais seguramente.


Gente com alma , tem vindo a recuperar esta linda 

Tradição Portuguêsa .



« Em Portugal, no dia 1 de Novembro, Dia de Todos-os-Santos,


 logo de manhã bem cedinho, as crianças saem à rua em pequenos grupos para pedir o Pão-por- Dêus . 

                                                         
Passeiam assim por tôda a povoação batendo de porta em porta, até ao fim da manhã , 




e voltam com os seus sacos de pâno cheios de romãs, maçãs, dôces, bolachas, rebuçados, chocolates, castanhas, nozes, passas de figo e, às vezes até dinheiro.  ...  » (http://www.junior.te.pt/servlets/Bairro?P=Sabias&ID=312)




&&&&&&&&&&&


Há povoações em que se chama a êste dia, o "Dia dos Bolinhos". 




« Ainda hôje em muitas localidades com maior incidência nas aldeias de Portugal, é um hábito do Pôvo, comemorar duma forma curiosa e genuína este dia feriado.
Na tradição popular o Dia de Todos-os-Santos é conhecido pelo “Dia dos Bolinhos” ou “Pão-por-Dêus” conforme os usos e costumes de região para região.
Logo pela manhã, as crianças em pequenos grupos com as suas saquinhas de pano, andam de porta em porta por ruas e vielas, repetindo com entusiasmo e alegria o tradicional pregão “ Ó tia! dá bolinho?”. É interessante sabêr-se que, principalmente nos meios rurais, há pessôas que levam muito a rigôr esta tradição , dedicando-se à confecção de bolinhos , adicionando à sua massa, a noz, as passas de uva e o pinhão (frutos sêcos da época) para que nêste dia, possam presentear os sêus familiares, amigos e todas as crianças que alegremente vão batendo  a tôdas as  portas. ... » (http://florliriodocampo.blogs.sapo.pt/19923.html)


 Uma coisa muito bôa que não sabias de certeza é que é costume os Padrinhos oferecerem um bôlo, o Santoro, aos sêus Afilhados no Dia de Tôdos-os-Santos! Já viste o que tens andado a perdêr ?
« ... O mês do Santoro

O mês de Novembro inicia-se com o ritual do Santoro. Talvez hoje em dia, exceptuando em digitas zonas rurais, esse ritual se haja perdido.
Jesué Pinharanda – Carta DominicalMudam-se os tempos e mudam-se os costumes. Como a vida é uma festa, o imaginário de haver um dia em que acontece algo de diferente, terá perdido o anelo com que se aguardava o dia 1 de Novembro.
Nessa festa, os padrinhos de baptismo costumavam oferecer aos afilhados o 
Santoro. Este nome é uma variante popular da festa litúrgica de Todos os Santos – Omnium Sanctorum, de onde: sanctorum – santorum – santoro. A lembrança que se recebia na Festa de Todos os Santos.
Pão Rosca de Todos os SantosNão era mais do que uma boa rosca de pão de trigo, amassado com um pouco de azeite e cozido no forno. Pesaria para aí uns três arrates, e quando ia ao forno já levava umas incisões que permitiam partir o bolo por fracções, sem recurso a faca.
Pão em argola, era esta largo o bastante para se pendurar no braço e ir com ele pela rua, de casa do padrinho até casa dos pais, raramente a rosca chegando inteira.
Foi um costume rural, a partilha do pão novo. O pão de Todos os Santos.
«Carta Dominical» de Pinharanda Gomes




       « ...     Antigamente tôdas as pessôas , tradicionalmente , iam pedir o Pão-por-Dêus   porque havia muita pobreza e havia mêsmo necessidade de pedir.


 Normalmente as pessôas punham as mêsas com o que tinham em casa (comida e bebida), e quando chegavam os pobres, entravam e comiam à vontade e à saída ainda lhes davam mais alguma coisa.


            Hoje, em muitas aldeias , só pedem as crianças para que se mantenha  a Tradição.  

 

Depois, almoça-se e vai-se ao cemitério pôr flôres nas Campas dos Familiares já falecidos.


            Na Tradição Portuguêsa o Pão-por-Dêus era guardado num saquinho de pâno , que tempos antes ,  as mães ou as avós preparavam com todo o cuidado com uma sobra de chita de algum trabalho de costura.



            Havia até mulheres simpáticas que confeccionavam para oferecêr nesta época , uns bôlos , as Ferraduras , que ainda hôje se cozem , com um agradável sabôr a Erva-Dôce, assim como Brôas, para comêrem e dar ás  crianças que lhes batiam à porta.


            Estas andanças de porta em porta eram sempre acompanhadas com Cantilênas que continuam na memória colectiva e que continuam a sêr cantadas com Alegria , nêssse renascimento da Tradição em Portugal .

``Pão por Dêus,
Fiel de Dêus,
Bolinho no saco,
Andai com Dêus.

Pão, Pão-por-Dêus
à mangarola,
encham-me o saco,
e vou-me embora .

Bolinhos e bolinhós
Para mim e para vós
Para dar aos Finados
Que estão mortos, enterrados
À porta daquela Cruz

Truz! Truz! Truz!
A senhôra que está lá dentro
Assentada num banquinho
Faz favôr de se levantar
P´ra vir dar um tostãozinho.

(quando os dônos da Casa davam alguma coisa, vinha a resposta...)

Esta casa cheira a brôa
Aqui mora gente bôa.
Esta casa cheira a vinho
Aqui mora algum santinho.

(quando os dônos da Casa não dão nada, era a ira da miudagem...)

Esta casa cheira a alho
Aqui mora um espantalho.
Esta casa cheira a unto
Aqui mora algum defunto. ´´

            Tradicionalmente as crianças usam estas quadras, algumas diferentes, variando de região para região.    »







Mais linques sôbre o Dia de Finados ou dos Fieis Defuntos  , Pão-por-Dêus ou Dia dos Bolinhos , Dia do Santoro até ao Dia de S Martinho







e muitos mais ...


Espero que tenham amado como êu Amo .

A Tradição Portuguêsa é a Nossa Alma , a Nossa 

Identidade Ancestral que precisa Estar Viva para 

que Portugal Viva .






Por Amôr a Portugal !

18/10/2017

Profecias Para Portugal VIII Alegra-Te Ó Lusitânia!


Num Momento Tão Dramático para a Pátria Lusa, quis partilhar esta Profecia , retirada dum Livro

 

chamado, O Livro da Vida .
Tenham em mente que esta profecia, entre muitas outras Relativas á Lusitânia, A Terra da Luz que é Portugal, foi escrita por Joanus+Frater em 1985, tendo tido o livro a sua primeira publicação em 1986. Tendo-vos assinalado isto, façam as vossas "contas" e concluam...

http://www.britishmuseum.org/research/collection_online/collection_object_details.aspx?objectId=1673128&partId=1&people=126649&peoA=126649-2-60&page=1

 Nota: Infelizmente, esta Gravura Portuguêsa,tal como milhares doutras Jóias Preciosas da Memória de Portugal, está(ão) no estrangeiro, prácticamente tôdas em bibliotecas do Canadá e dos EUA, mas também em França. Esta gravura, pertence ao Livro, Lusitania Liberata de António Sousa de Macêdo, que o publicou em 1645 em consequência da Restauração de Portugal.
Na verdade, o que esta gravura representa, é absolutamente ACTUAL. 
A Maçonaria que Vendeu Portugal fez um "bom trabalho"...
Está Na Hora de Libertar Portugal Outra Vez!




Anjo Tutelar de Portugal 
Atribui-se esta obra a dois escultôres alternadamente,
 não havendo, parece, a certêza absoluta da sua autoria.

« ...Quanto à proposta de atribuição, a Filippo della Valle, da estátua do Anjo
Tutelar do Reino de Portugal – efectuada por Emilio Lavagnino e A. Ayres de
Carvalho – a mesma foi já na década de noventa invalidada pelo trabalho de Alain
Jacobs, que, pela análise estilística da obra e, sobretudo, pelo reconhecimento
e identificação de bozzetti, propõe de modo consistente a autoria do Laurent
Delvaux para a mesma. ... »

https://viriato-encoberto.deviantart.com/art/King-Portugal-Foundation-Dream-715847848
Portugal e Fundação


http://purl.pt/776
História Genealógica da Casa Real Portuguesa (1735-1749)




https://www.raremaps.com/gallery/detail/21632/Europa_Prima_Pars_Terrae_In_Forma_Virginis_1548_Rare_Variant_edition/Bunting.html
A Europa, Rainha Coroada com A Alma Atlante Lusibérica

Nota:Tôdos os Créditos dados quando possíveis


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...